segunda-feira, 4 de outubro de 2010


Medo? Claro que sinto medo, todos sentimos, varias pessoas me perguntam se eu não tenho medo de errar, se eu não peso as conseguencias dos meus atos sabendo que oque estou fazendo pode me trazer tristeza no dia seguinte, " você não tem medo que amanha você se arrependa disso?" claro que tenho medo claro que sinto medo, mas ate que ponto esse medo pode me levar, muitos atos meus são conseguencias do meu maior medo, o medo de estar sozinho, o medo de no fim eu mesmo achar que não estou vivendo, que não tenho ninguém ao meu lado, e se isso te importa, sim esse é o meu maior medo, o medo da solidão, o medo de acabar sozinho, o medo que me levou a fazer coisas insanas ate contar min mesmo, o medo de me domina por vários dias, o medo que me faz errar desesperadamente tentando acertar, ouve e há momentos em minha vida que eu quase afastei esse medo, mas o meu medo me fez sentir medo de viver feliz, me levando a fazer coisas que nem eu mesmo aceito fazer novamente, e esse meu medo, afastou algumas pessoas de min, e hoje a pessoas que conseguio levar os meus medos mais longe possível de min, sente medo de min, medo de me ver errar dinovo, de me ver distante, não a culpo, as vezes eu mesmo tenho medo de min, por não ter medo de errar, por não ter medo de encarar as coisas como elas são, não temos erros, não temo arrependimento, não temo ter que pedir desculpas, não temo errar e tentar concertar, e aprender que com os erros posso crescer cada dia mais.
Hoje tudo que eu mais temo é que um dia eu tenho q dizer adeus a essa pessoa, que meus atos sejam tão crueis que um dia eu perceba que estar na hora de deixar tudo que foi construido para trás.
uma pequena linha entre o medo e o amor, essa tal linha é menor e mais insignificante do que a linha que separa amor e ódio, pois esses dois sentimentos podem ser sentidos e vistos claramente, mas o nosso medo de amar é um medo que ninguém pode ver, muitas pessoas nem percebem que o sentem, e nesse momento, eu não temo mais amar, não temo mais o amor, não temo viver de amor, e me entregar a ele, temo bem mais claramente, que tudo isso não exista mais, que tudo que um dia eu sonhei seja deixado de lado, "eu voltaria atrás no tempo, para voltar pra ontem sem temer o futuro, e olhar pra hoje cheios de orgulho, eu voltaria atrás no tempo", o passado não hoje não pode ser alterado, mas o futuro poder ser corrigido, para que tudo que sonhei não seja tirado de min, e para isso eu cresci, amadureci, errei, sofri e ainda sofro, mas sei que não posso e não quero desistir de tudo que investi, "E agente fez nosso futuro mesmo quebrando o nosso mundo", mas assim como tudo foi destruído, tudo será reconstruído em uma face mais bonita de tudo que vivi, e nesse momento temo que tudo que penso e que sonho sejam sonhos apenas meus.

2 comentários:

  1. Zé :O A cada dia teus textos estão ficando melhores.

    "Hoje tudo que eu mais temo é que um dia eu tenho q dizer adeus a essa pessoa, que meus atos sejam tão crueis que um dia eu perceba que estar na hora de deixar tudo que foi construido para trás."

    Temer, não é um sinal de parada é mais um obstáculo a ser ultrapassado. Então quando temer algo, apenas diga a si mesmo que pode passar por aquilo e não perder nenhum momento. E ah, se for verdadeiro, nada que foi construído vai ficar pra trás, pode ter certeza.

    Te amo meu liiindo :B

    ResponderExcluir
  2. Adoro escrever poesias também, por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo Tb se VC puder da uma passada La no meu blog...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.com/

    ResponderExcluir